Banner Anúncie na Freebike - Topo

Uma viagem emocionante por Espanha com a Vuelta no Eurosport Destaque

Uma viagem emocionante por Espanha com a Vuelta no Eurosport

De 24 de agosto a 15 de setembro discute-se a 74.ª edição da Vuelta a España, a terceira e última das “Grandes Voltas” da temporada do calendário mundial de ciclismo

Ao longo de três semanas, os espetadores do Eurosport vão poder desfrutar de muita ação em cenários de grande beleza emocionante viagem pelo país vizinho. O Eurosport dedica mais de 150 horas de emissão à Vuelta que, este ano, apresenta um percurso com muita montanha, ideal para que os puros trepadores possam brilhar.

Ao todo, o pelotão da Vuelta enfrenta 3.272 quilómetros, divididos em 21 etapas, e apenas dois dias de descanso. A partida acontece em Salinas de Torrevieja. Pelo meio, há 8 chegadas em alto, das quais 5 novas, 2 contrarrelógios, 1 por equipas de 18 quilómetros e outro individual, de 36 quilómetros. Destaque ainda pela passagem por um setor de 4 quilómetros de “sterrato” ou terra batida. A corrida atravessa as regiões da Catalunha, País Basco, Andorra, Cantábria ou Astúrias e inclui ainda uma passagem por França. O grande final está reservado para Madrid.

A camisola vermelha – símbolo do líder da Vuelta – cumpre 10 anos de existência e é já uma instituição! No ano passado, o britânico Simon Yates vestiu a “camiseta roja” no pódio na Praça de Cibeles, na capital Espanhola. Foi a primeira Grande Volta da carreira do homem da Mitchelton-Scott que esteve acompanhado por Enric Mas e Miguel Ángel López, em segundo e terceiro lugar, respetivamente.

A cobertura de toda a ação da Volta a Espanha é complementada com a melhor análise dos especialistas do canal, Juan Antonio Flecha e Alberto Contador.

Cinco perguntas a Olivier Bonamici

Após uma Volta à França emocionante, o que se pode esperar desta edição da Vuelta?

Olivier Bonamici – “O Tour colocou uma fasquia muito elevada em termos de emoções e será difícil fazer melhor, mas creio que o ciclismo entrou numa nova fase em que o suspense está cada vez mais intenso, e em que os ciclistas mais ofensivos são melhor recompensados. Por isso, é de prever uma Vuelta espetacular, sobretudo porque nas últimas edições, tirando a do ano passado, o primeiro classificado tem raramente mais de 1 minuto de vantagem sobre o segundo classificado.”

O que achas do percurso deste ano da Vuelta?

Olivier Bonamici – “A Vuelta tem sido considerada por muitos como a ‘Grande Volta’ mais montanhosa e a edição deste ano não foge à regra com oito chegadas em alto e com 59 subidas! Ou seja, mais 13 em relação ao ano passado. Tal como no Tour, onde isso aconteceu na 2.ª etapa, haverá rapidamente um contrarrelógio por equipas. Aliás, na Vuelta 2019, será na 1.ª etapa. E, tal como na Volta a França, haverá apenas um contrarrelógio individual de uma distância mais ou menos semelhante (cerca de 36km). Mas a grande novidade será na 9.ª, em Andorra, com a estreia na Vuelta do ‘sterrato’, a terra batida que tanto espetáculo costuma dar na prova italiana Strade Bianche.”

Quem poderá ganhar esta edição da Vuelta 2019?

Olivier Bonamici – “Primoz Roglic será sem dúvida um dos grandes favoritos, sobretudo porque terá com ele uma equipa da Jumbo-Visma muito forte.  Mas pela primeira vez na historia, tivemos dois vencedores de uma ‘Grande Volta’ no mesmo ano que não são europeus (Carapaz no Giro e Bernal no Tour), por isso não descarto que essa tendência se repita na Vuelta até porque há dois sul-americanos que me parecem fortes candidatos à vitória: o equatoriano Richard Carapaz e o colombiano Miguel Ángel López e depois há ainda o mistério Nairo Quintana.”

Porquê o "mistério" Nairo Quintana?

Olivier Bonamici – “Porque não sei como é que será a relação entre os três ciclistas da Movistar: Richard Carapaz, vencedor do Giro e que mudou de estatuto; Alejandro Valverde que corre em casa; e Nairo Quintana nada habituado ao papel de gregário de luxo. Curiosamente, Carapaz e Quintana estão de saída da equipa Movistar. Por isso, será para mim uma das grandes incógnitas da Vuelta. A Movistar tem tudo para ganhar, resta saber se a equipa espanhola será brilhante, como no Giro, ou medíocre, como no Tour.”

Sentes-te confiante para ganhar novamente o jogo das apostas?

Olivier Bonamici – “Essa pergunta nem faz sentido (risos)! Claro que irei ganhar, apesar de uma pequena mudança no regulamento no jogo, porque pela primeira vez, o primeiro classificado no jogo será sempre o último a apostar.”

Consulte a programação semanal do canal em www.eurosport.pt.

Créditos de foto: Getty Images

Deixe um comentário

Certifique-se que coloca as informações (*) requerido onde indicado. Código HTML não é permitido.

voltar ao topo

 

Sponsor Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1  Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1
×

Subscreva a nossa Newsletter!

Seja o primeiro a receber as nossas novidades.

Consulte os nossas Políticas de Privacidade & Termos de Utilização
Pode deixar de receber a nossa newsletter a qualquer momento