Banner Anúncie na Freebike - Topo

Competição

Chuva, vento, lama e suor fazem de José Borges o vencedor do Avalanche Licor Beirão 2018 na Lousã

 

José Borges, Campeão Nacional de Enduro em Elite masculino, foi o mais rápido neste domingo chuvoso. O piloto da Miranda Factory Team completou a descida que liga o Trevim (a 1200 metros de altitude) ao Parque Municipal de Exposições, no centro da vila da Lousã, com o tempo de 18m28seg, num total de 11 km de estradões e “singletracks”, onde a diversão foi garantida logo ao início. Foi ele o grande vencedor desta edição de 2018.


 “A Avalanche da Lousã é uma prova mítica em Portugal, onde vêm atletas de todo o país. É uma experiência diferente de tudo o que estamos habituados. Já participei em anos anteriores onde saí vencedor por duas vezes”, contou José Borges, para quem este ano o objetivo era “vencer novamente”. “Consegui fazer um bom arranque e posicionar-me na cabeça da corrida. Passados alguns metros de prova olhei para trás e verifiquei que em 2.° lugar vinha o Gonçalo Bandeira. Ainda assinalei para ele tentar vir comigo mas não conseguiu. A partir daí fiz a minha corrida desde o início ao fim sozinho, gerindo tudo o que estava a acontecer. Com esta vitória acabo a minha época em grande e com grandes expectativas para 2019”, rematou o piloto da Miranda Factory Team.

A prova de domingo fica marcada pela chuva e mau tempo, que se para alguns vieram dificultar a participação, para outros chegaram para aumentar a diversão. Foram cerca de 350 os participantes naquela que é considerada a corrida mais louca e esperada do ano. Uma descida onde qualquer bicicleta e qualquer amante das duas rodas são bem-vindos e têm lugar garantido. Com a organização do Montanha Clube – BTT Downhill, quem participou, além de poder fazer uma das maiores descidas coletivas da Península Ibérica, teve também oportunidade de o fazer ao lado dos melhores pilotos nacionais e estrangeiros, sendo colocadas à prova as suas capacidades nas modalidades de Downhill, Enduro e XC.

Vencedor Masculino José Borges e vencedora feminina Maris Meier

Quanto a Gonçalo Bandeira, que já participa desde os cinco anos de idade, mas ainda sem nenhuma vitória, ocupou o terceiro lugar do pódio. A correr em casa, para o Cadete da Miranda Factory Team “a Avalanche é sempre uma corrida que todos esperam, mais ainda por ser na Lousã. É a corrida que permite que as diversas vertentes do BTT se encontrem para competir”, explicou, afirmando que “é sem dúvida uma festa de final de época”. “Eu e o Zé arrancamos a liderar, mas depois com o vento e a chuva fui perdendo o contacto e algumas posições no estradão. Já nas descidas consegui melhorar e recuperar lugares, mas não consegui fazer mais. No final não podia estar mais feliz por terminar novamente no pódio, de novo em terceiro lugar”, afirmou o Cadete que é natural da Lousã, lembrando que estiveram presentes nomes de todo o mundo. Vasco Bica, também atleta da equipa, não concluiu a prova. Um problema mecânico durante a descida impossibilitou-o de terminar, forçando-o a abandonar a corrida.

créditos fotografias: "Louzanpark / Câmara Municipal da Lousã"

site: montanha clube

Ler mais ...

Ganhavam também pelo estilo se houvesse a categoria!

Terminou o Brasil Ride 2018 e terminou assim a época de 2018. É deste modo que Tiago Ferreira despede-se de 2018 em termos competitivos.


Apesar de terminar em 2º lugar em dupla com Hans Becking, ganhavam em estilo caso houvesse essa categoria, com um equipamente único e diferente.

"Boa corrida, boa disputa, eu e o Hans Becking tentámos até ao fim, Avancini e Manuel Fumic estiveram sempre muitissimo bem. Muitos parabéns pela vitória!! Eu estou muito contente por conseguir acabar a minha época desta forma. Agora tempo de descansar e pensar nas férias merecidas!" - Tiago Ferreira.

Fotos: Brasil Ride 2018

 

 

 

 

 

Ler mais ...

Hutchinson DH / Atleta FreeRide  : Rémy Métailler no Redbull Rampage 2018

Remy Métailler é indubitavelmente um dos mais talentosos pilotos da sua geração.

Ele corre para a Hutchinson desde Janeiro 2018. Desde 2013 que Remy está a residir em Whistler, casa mãe de um dos mais maravilhosos  bike parks do mundo, desde modo consegue concentrar a sua energia no DH urbano, videos e produção de conteúdos, teste de produtos e preparação para o Red Bull Rampage. Ele tem participado nas mais importantes competições mundiais e os seus videos têm milhões de visualizações.


 

Em 2018, Um dos pilotos Canadianos mais francês juntou-se à Hutchinson e desde então tem tirado o maior partido das encostas do Whistler Bike Park, não poupando na borracha. Sendo aliás já uma lenda na modalidade (freeride/ DH), Remy tem permitido às equipas da Hutchinson tirar partido da sua experiência e feedback no desenvolvimento de produto. A sua ajuda tem sido também muito importante  do desenvolvimento de conteúdos para os Media.

A 26 Outubro, o pneu Toro 2.35 montado na frente e na traseira irá acompanhar Remy num dos mais arriscadas pistas de downhill do mundo: Red Bull Rampage. Para a sua 3ª participação neste grandioso evento de freeride, Remy deposita a maior confiança na aderência do pneu Toro durante a travagem e dos seus tacos laterais quando necessita acelerar. “ é de facto muito fácil apoiar e controlar a bike e ter o pneu sempre colado no solo. A aderência do pneu é deveras impressionante; ser conduzido por este pneu é um verdadeiro prazer.“

Para seguir o progresso do Rémy’s: acompanha as redes sociais da Hutchinson social e a competição em directo no dia 26 através da Red Bull TV!

Sobre o evento Red Bull Rampage:

Esta competição reune os melhores 21 pilotos do mundo. A sua missão é simples: criar as suas próprias linhas de trilho nas escarpas do deserto, e depois conseguir segui-las durante a prova pondo em prática suas manobras e habilidades, claro.

 O que podemos esperar ?

Os 21 pilotos têm de criar as suas linhas de passagem na montanha sempre nos limites da escarpas. Cada descida será única. Antes do inicio da competição, os pilotos passam 4 horas ao dia a desenvolver  as suas linhas de trilho. Depois têm outras 4 horas por dia para testar e prepararem-se para a prova mais intensa do planeta.

 Como acompanhar a competição?

Para a ocasição, uma equipa de comentadores de classe mundial Mal Masekala, Pat Parnell, Tina Dixon e Cam McCaul acompanhar o evento.

O evento vai ser transmitido em directo dia 26 Outubro na Red Bull TV

 

 

Ler mais ...
Assinar este feed RSS

 

Sponsor Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1  Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1
×

Subscreva a nossa Newsletter!

Seja o primeiro a receber as nossas novidades.

Consulte os nossas Políticas de Privacidade & Termos de Utilização
Pode deixar de receber a nossa newsletter a qualquer momento