Banner Anúncie na Freebike - Topo

10º Troféu Carlos Carvalho em Pousada de Saramagos (Vila Nova de Famalicão) Destaque

10º Troféu Carlos Carvalho em Pousada de Saramagos (Vila Nova de Famalicão)

O 10º Troféu Carlos Carvalho, pontuável para a Taça do Minho de Ciclismo de Estrada - Arrecadações da Quintã, realiza-se no dia 17 de junho, numa iniciativa da Associação de Ciclismo do Minho e da Associação de Ciclismo Pousada de Saramagos. A prova de homenagem ao vencedor da 22ª Volta a Portugal em Bicicleta (1959) destina-se aos escalões de benjamins, iniciados, infantis, juvenis, cadetes e juniores.

A iniciativa decorrerá em Pousada de Saramagos (Vila Nova de Famalicão), nas imediações da Avenida São Martinho, entre as 14 e as 18h30.

O Troféu Carlos Carvalho incluirá a realização de gincanas para as categorias de pupilos/benjamins e iniciados e provas em linha para iniciados, infantis, juvenis, cadetes e juniores. A cerimónia protocolar está marcada para as 18h15.

As provas de gincana serão realizadas na avenida São Martinho (Igreja) e as provas em linha no seguinte percurso: Avenida São Martinho (Junta de Freguesia), Avenida do Cruzeiro, Avenida da Tapada, Avenida da Riopele, Avenida São Martinho. (1,9 kms/volta).

No ano passado, mais de duas centenas de jovens participaram no 9º Troféu Carlos Carvalho promovido em homenagem ao vencedor da 22ª Volta a Portugal em Bicicleta (1959). Alberto Barbosa e Marta Branco foram os vencedores da corrida de juniores realizada em Pousada de Saramagos (Vila Nova de Famalicão). Rodrigo Silva e Jéssica Ribeiro venceram em cadetes, Maria Jesus Barros em elites femininas, Roberto Cardoso e Beatriz Martins em juvenis, João Martins e Nicole Lopes em infantis, David Ferreira e Milza Gonçalves em iniciados e Rui Sabino e Sofia Loução em pupilos/benjamins.

O Troféu Carlos Carvalho é promovido em homenagem a Carlos Carvalho, vencedor da 22ª Volta a Portugal em Bicicleta (1959), prova disputada ao longo de 26 etapas, num total de 2643,5 quilómetros, à média horária de 33,715 Km/hora. Carlos Carvalho ganhou a "prova rainha" do ciclismo nacional ao serviço do Futebol Clube do Porto.

Organizado pela Associação de Ciclismo do Minho e pela Associação de Ciclismo Pousada de Saramagos, o Troféu Carlos Carvalho tem o patrocínio da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão e conta com os seguintes apoios: Junta de Freguesia de Pousada de Saramagos, Federação Portuguesa de Ciclismo, Arrecadações da Quintã, Cision, Raiz Carisma - Soluções de Publicidade, POPP Design, Salvaggio, Controlsafe, Ciclismo a fundo (revista oficial), Roda na Frente, Luzacril, VizelTrans, Amadeu´s, MST, Nelson Azevedo, Carbike, Electro Firmino, Tipografia Freitas e VIRT.

Carlos Carvalho - Vencedor da 22ª Volta a Portugal em Bicicleta

Nascido a 2 de Janeiro de 1933 na freguesia de Vermoim (Vila Nova de Famalicão), Carlos Carvalho viveu a maior parte da sua vida na freguesia vizinha de Pousada de Saramagos, tendo aí falecido a 11 de Janeiro de 2004, aos 71 anos de idade.

Ao serviço do Futebol Clube do Porto, Carlos Carvalho venceu a 22ª Volta a Portugal em Bicicleta (1959), prova disputada ao longo de 26 etapas, num total de 2643,5 quilómetros, à média horária de 33,715 Km/hora. A brilhante vitória de Carlos Carvalho foi alcançada no dia 15 de Agosto de 1959, secundado por Jorge Corvo, do Tavira a 5 segundos. Nessa edição da Volta a Portugal, Alves Barbosa sagrou-se vencedor da classificação por pontos e das metas volantes.

Carlos Carvalho começou a destacar-se como ciclista no início da década de cinquenta, nas provas realizadas pela Mabor, vencendo em 1953 o Campeonato Nacional em Amadores/Seniores.

Em 1955 ingressou no Futebol Clube do Porto disputando nesse ano a Volta a Portugal onde arrecadou o segundo lugar na terceira etapa e o Prémio da Montanha, resultado que veio a repetir em 1960 e em 1961. Contribuiu para a vitória coletiva do Futebol Clube do Porto nas Voltas de 1958, 1959 e 1964. Obteve a primeira vitória em etapas da “prova rainha” do ciclismo português em 1957, na 17ª tirada com chegada a Lisboa

Em 1958, Carlos Carvalho venceu a Clássica Porto-Lisboa, foi terceiro na classificação geral da Volta a Portugal e venceu duas das etapas, a 3ª com chegada a Évora e a 9ª na Pista de Alvalade, em Lisboa.

No ano em que venceu a Volta a Portugal, Carlos Carvalho foi terceiro na “Corrida dos Seis Dias”, na Uberlândia, Brasil.

Após 10 anos na equipa do Futebol Clube do Porto, Carlos Carvalho ingressou em 1965 na equipa CEDEMI, de Viana do Castelo, simultaneamente como ciclista e Diretor Desportivo. Na Volta desse ano, fica para a história o “roubo” da camisola amarela a um ciclista espanhol, tudo porque Carlos Carvalho não resistiu ao impulso de ser o primeiro a passar em Vila Nova de Famalicão.

Um ano depois, ainda na CEDEMI, Carlos Carvalho põe termo à carreira de ciclista profissional, modalidade onde alcançou grande prestígio no panorama ciclista nacional e, inclusive, internacional. Carlos Carvalho chegou a participar na Volta à Espanha, integrando a seleção portuguesa onde corriam Alves Barbosa, João Marcelino, Joaquim Carvalho, Sousa Santos, Agostinho Ferreira, José Firmino, Artur Coelho e Manuel Graça.

Depois de deixar de competir, Carlos Carvalho continuou ligado à promoção do desporto, sobretudo junto dos mais jovens.

Na década de 90, a Associação de Ciclismo do Minho promoveu uma distinção a Carlos Carvalho, tendo organizado, no âmbito da ExpoAve, uma exposição onde foi exibida, por exemplo, a bicicleta com que este famalicense vencera a Volta a Portugal de 1959. No dia 23 de novembro de 2013, aquando da Gala de Encerramento da Época Desportiva realizada em Vila Nova de Famalicão, a Associação de Ciclismo do Minho homenageou Carlos Carvalho numa cerimónia, à qual se associou a Federação Portuguesa de Ciclismo e as cerca de cinco centenas de pessoas presentes na Casa das Artes, em que foi recordado o percurso do atleta famalicense.

Em 1993, a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão atribuiu-lhe a Medalha de Mérito Municipal Desportivo, como reconhecimento de uma vida ligada ao fomento do desporto.

Em 1999, a ADRO - Associação Desportiva Outeirense, sediada em Pousada de Saramagos, criou uma escola de ciclismo com o seu nome, tendo por objetivo a formação das crianças e dos jovens do ciclismo. Em 2008 a Associação de Ciclismo de Pousada de Saramagos, depois da extinção da secção de ciclismo da ADRO, criou uma Escola de Ciclismo a que deu o nome de Carlos Carvalho.

Glória do ciclismo nacional, Carlos Carvalho permanece também como um dos maiores desportistas do Minho, sendo merecedor do respeito e admiração de sucessivas gerações.

Modificado emsexta, 16 junho 2017 10:23

Deixe um comentário

Certifique-se que coloca as informações (*) requerido onde indicado. Código HTML não é permitido.

voltar ao topo

 

Sponsor Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1  Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1 Sponsor #1
×

Subscreva a nossa Newsletter!

Seja o primeiro a receber as nossas novidades.

Consulte os nossas Políticas de Privacidade & Termos de Utilização
Pode deixar de receber a nossa newsletter a qualquer momento